quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Escolhidos e Apontados


Nos tempos de Jesus muitos acreditavam que toda a enfermidade estava ligada diretamente ao pecado, ou fatos estarrecedores aos olhos humanos, seria também conseqüência de transgressão. Nem mesmo os seus discípulos escaparam desta associação quando perguntaram ao mestre se o cego nasceu sem a visão pelo fato de seus pais pecarem, ou se foi o próprio quem pecou (João 9).

Hoje, infelizmente não é muito diferente e até mesmo antes de Jesus não o foi.

Jó, homem sincero, reto, temente a Deus, e desviava-se do mal. Teve seus dias de adversidade e cruel aflição. E seus amigos acreditavam que ele deveria se arrepender do pecado cometido, o que para eles era a causa de sua tremenda miséria, flagelo e dor.

Missionário Paulo de tarso: 5 vezes recebeu 39 chicotadas pelos judeus, 3 vezes surrado com vara pelos romanos, 1 vez apedrejado, 3 vezes o navio em que estava afundou e numa destas passou 24hs no mar... (II Cor.11:24) E após um destes naufrágio em Melita, uma víbora morde sua mão enquanto atiçava o fogo de uma fogueira, então chegam a conclusão: “Certamente este homem deve ser assassino. Ele escapou do mar, mas mesmo assim a justiça não o deixará viver.”

Algumas pessoas estão horrivelmente acometidos de insensibilidade e falta de visão espiritual, acham saber de todos os propósitos de Deus. Que Ele sempre vai usar de meios naturais, simples, claros à nossa razão... em Seus propósitos nem sempre é assim que funciona.O que diria Sadraque, Mesaque e Abdenego, Daniel, Gedeão...
Sabemos que em todas as coisas Deus trabalha para o bem daqueles que O amam, daqueles a quem Ele chamou de acordo com o seu propósito.

Em todos os casos que citei, ocorreram para a glória de Deus, foram escolhidos por Deus.
No caso do cego ele cuspiu e fez lodo e colocou em seus olhos e ainda assim o mandou lavar no tanque de Siloé para que pela primeira vez enxergasse. Ele poderia apenas ter colocado as mãos sobre seus olhos e o cego enxergaria.

Jó, antes de ter sua vida "restabelecia", orava pelos amigos insensíveis e acusadores.

E o que dizer de Paulo, depois de tantas lutas, só lhe restava sacudir a “poeira”, ou melhor, a víbora e continuar vivendo.

Não é o que Deus faz ou permite em sua vida. É a sua reação frente a adversidade e a solução.

O cego FOI, LAVOU-SE e VOLTOU VENDO! (v.7)
Deus virou o cativeiro de Jó quando ORAVA pelos seus amigos. (Jó 42:10)
SACUDINDO a víbora no fogo, não pereceu mal algum.(At.28:5)

Obediência a Deus, oração pelos que te perseguem, pelos que não entendem o que está acontecendo em sua vida e intrepidez. Estes são os segredos para a glória de Deus acontecer; pois quanto aos que te apontam, só restarão a estes ficarem perplexos ou maravilhados, e reconhecer que de fato estais cheio, porém não de pecados, mas da glória de Deus.

5 comentários:

Fabi disse...

Amém Mõnica recebo essa palavra que entrou em meu coração!!!!
Que Deus te inspire mais e mais!!!!!

Bjsss!!!

simone disse...

Devemos ser cuidadosos e evitar fazer julgamentos sobre alguém.Pois Deus pode estar trabalhando de alguma forma desconhecida para nós.

caminhoestreito disse...

O ser humano acha que por ser racional tem todo o entendimento dos céus e da terra. E como já diria William Shakespeare "Existem mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia."

sesinandof disse...

Nem tudo nos é revelado.
"As coisas encobertas são para o Senhor nosso Deus; porém as reveladassão para nós..." Dt.29:29
Há coisas que só convém a Deus fazer e saber.

Eliane Jany Barbanti disse...

Olá querida tem um Selo "Prêmio Dardos" no meu blog Fitness http://aptidaofisicaesaude.blogspot.com/, aguardando por v/c, com muito amor e carinho. Espero que goste!!!
Beijos de Luz.
Eliane

Postar um comentário

Você estará edificando vidas com o seu comentário.
Deus seja contigo. Obrigada

 
BlogBlogs.Com.Br